sábado, 11 de agosto de 2012

Pagam os outros e as futuras gerações


Aqui fiz, aqui pago? A coisa não é bem assim. Uns fazem o que fazem, no final se matam e deixam a dívida pra quem fica ter que pagar. A História está cheia de exemplos típicos, e o cotidiano também. Ricos sonegadores de impostos são sempre os primeiros a deixarem o barco quando este naufraga. Grandes criminosos e políticos corruptos nem sonham com uma possível punição, nem nesta nem numa outra vida e não adianta torcermos ou agirmos para que se dêem muito mal; continuam por cima, no poder. Pois é, a vida às vezes nos obriga a agir de boa fé, dando crédito a quem não merece, e depois nos virando para pagar a dívida que ficou. Muitos querem crescer sem pagar pelo futuro do planeta, certos de que, no final, quem pagará o pato serão os outros e as futuras gerações. Aqui se faz, aqui se paga? Não creio muito nisto. Mais certo seria “Se devo, nem me preocupo, sei que outros vão pagar!” Pensamento político? Pode crer!

Crônica originalmente publicada no BVIW. Confira os outros textos e os comentários da rodada "Aqui fiz, aqui pago" aqui!



Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor informar o nome da autora. Para ter acesso a conteúdo atual aconselha-se, ao invés de reproduzir, usar um link para o texto original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro(a) Leitor(a), comentários serão respondidos no local em que forem deixados. Adoto esta política para melhor gerenciar informações. Grata pela compreensão, muito grata por seu comentário. Um abraço fraterno, inté!