quarta-feira, 30 de março de 2011

Todo ano ele vem

    Foto: HFrenzel - Cores do Outono


Mas este ano será especial, com muitas expectativas! Quarenta e uma primaveras de alguém muito querido, comemoradas não só a dois, ou a três, desta vez a quatro — finalmente! Aniversários também de outros, gente muito especial, mais um ano de vida. Mês que segue agosto, o meu mês, do qual muitos dizem não gostar. Já eu gosto, não só pelo gosto de nele ter nascido, mas por ser um mês, digamos assim, todo especial. “Cuidado com o mar de agosto!”, aconselham pescadores, ou “Escolha outro mês para casar!” — Teria fundamento ou pura superstição? Sei lá! Mês de todas as estações, considerando a Terra inteira! Verão-outono, inverno-primavera. E não há coisa mais bela do que a chegada de uma florida primavera após um inverno úmido e sem cor? Ou a sutil despedida do calor marrom do verão, preparando para o branco do inverno, onde as estações mudam de cor? E aqui não falo do mês que me dá gosto, meu mês especial, porém de seu fiel seguidor, com poucos 30 dias, dias de luz, de flores num hemisfério, e de folhas no outro, flores e folhas de todas as formas, tamanhos e cores, muitas cores e aromas surreais. A virgem entre o leão e a balança, ou a libra, que de esterlina nem uma única estrelinha tem. Confuso? Coisa nenhuma! Mês da alegria e da inspiração, que muitos esperam com prazer e outros tantos se espantam quando já se foi. Como amo agosto, sei que dificilmente o passarei apenas esperando setembro, e quando este chegar, farei como Vanusa: “sair, falar, ensinar o vizinho a cantar nas manhãs de setembro”, sem desperdiçar uma única chance sequer!



Texto também publicado no site BVIWtecendoletras - vencedor da taça bronze junto com 'Se bem me lembro...', de Cristina Jordano, da 17a. rodada de desafios com o tema 'Esperando Setembro'

A taça prata foi para 'Tinha que ser na primavera', de Lena Pena e a ouro para 'Setembro', de AnaMarques.


---------------------------------------------------------------------
Não sigo o novo acordo ortográfico em Língua Portuguesa. Se deseja reproduzir este texto, no todo ou em parte, favor respeitar a licença de uso e os direitos autorais. Muito obrigada.
Helena Frenzel
Publicado no Recanto das Letras em 30/03/2011
Código do texto: T2878927

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Para ter acesso a conteúdo atual aconselha-se, ao invés de reproduzir, usar um link para o texto original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Um comentário:

  1. Parabéns por esse bronze que para mim é ouro em formato de letras. Eu também tenho minha homenagem a setembro, meu mês predileto, rsrs.


    VERSINHOS PARA SETEMBRO
    Fico dado a poemas em setembro
    E por gostar de flores e de poesia
    arrisco mais um pouco
    Vou tateando, procurando um verso,
    um alento que vez por outra me acode
    quando estão fortes demais umas dores
    nesse mês em que nasci.
    Por isso vou fazer poemas
    mas não quero falar de amor e nem de dor
    Seja o que for,
    só quero mesmo me lambuzar da melodia das palavras floridas.

    Abração, Helena. Paz e bem.

    ResponderExcluir

Caro(a) Leitor(a), comentários serão respondidos no local em que forem deixados. Adoto esta política para melhor gerenciar informações. Grata pela compreensão, muito grata por seu comentário. Um abraço fraterno, inté!