terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Melhor amigo na praça que dinheiro no banco!



Esse dito é comum lá no Maranhão e é verdade.

Vejam só o carinho que recebi da Lu Narbot  em forma de livros:

Como Falar dos Livros que Não Lemos? De Pierre Bayard, um livro que me causou certa curiosidade e gerou uma produtiva discussão relacionada ao título. Estava me preparando para comprar ou buscar nas bibliotecas daqui, em Alemão, só para matar minha curiosidade, quando Lu avisou-me que me enviaria um exemplar, em Português.

Enviou também um exemplar com dedicatória (mais um para a minha prateleira super especial) de Uma Rede na Varanda, livro de contos e crônicas que ela lançou recentemente pela Editora Iluminatta.

Só posso interpretar como um gesto de generosidade e muito carinho por parte desta amiga e publicamente agradecer uma lembrança tão especial.

Foi muita gentileza sua, Lu, enviar-me estes livros, especialmente o seu livro! Olhe, estou amando a sua ‘rede’, estou lendo devagar como leio Rubem Alves, degusto vinho ou saboreio pralines. Ficou muito bonita e caprichada a edição, parabéns ao pessoal da Iluminatta. Os marcadores na foto guardam passagens da 'conversa' que falaram ao meu coração. Meus parabéns pela publicação de seu terceiro livro e só posso desejar que, tendo leitores ou não, siga escrevendo e publicando, persiga seus sonhos e ouça sempre a sua intuição. Por vários motivos, este é um livro especial, para você e para mim. Um grande abraço!

5 comentários:

  1. Obrigada, Helena, por suas generosas palavras. Você sabe que é uma grande incentivadora da minha escrita. Nada mais justo que ter em mãos um livro cujos contos não existiriam se não fosse seu estímulo. Concordo com o dito maranhense. Minha mãe dizia também: mais vale um bom vizinho que um mau irmão. Nos dias de hoje, como sempre foi, valorizar a amizade é essencial. Bjs carinhosos aqui de terras brasileiras.

    ResponderExcluir
  2. Grande Lu! Já estou quase no finalzinho. Quero ler quando tiver bastante tempo para aproveitar bem.

    ResponderExcluir
  3. Ana, você sempre gentil comigo. Obrigada.

    ResponderExcluir
  4. Lu Narbot tenho muita vontade de ler este livro... Por intuição sei que vou me encantar!

    ResponderExcluir

Caro(a) Leitor(a), comentários serão respondidos no local em que forem deixados. Adoto esta política para melhor gerenciar informações. Grata pela compreensão, muito grata por seu comentário. Um abraço fraterno, inté!