quarta-feira, 13 de junho de 2012

Escrever: o que tenho aprendido até aqui -III


A arte de criar contos requer avareza com as  palavras, matéria da construção; um tijolo só que não diga nada (ou vários que digam uma coisa só) num bom conto não tem função.

E aprendendo, sigo.
Helena Frenzel
Também publicado no Recanto das Letras por Helena Frenzel em 13/06/2012
Código do texto: T3721923


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor informar o nome da autora. Para ter acesso a conteúdo atual aconselha-se, ao invés de reproduzir, usar um link para o texto original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Um comentário:

  1. Sabe, eu concordo... sou simpliosta nos meus escritos, e embora eu escreva alguns contos, não sou contista... mas sendo bem crua: detesto embromação. Gosto de falar 'na lata.' Até mesmo quando escrevo ficção.

    ResponderExcluir

Caro(a) Leitor(a), comentários serão respondidos no local em que forem deixados. Adoto esta política para melhor gerenciar informações. Grata pela compreensão, muito grata por seu comentário. Um abraço fraterno, inté!