quinta-feira, 14 de junho de 2012

Certas 'Redes' Sociais


Nada tenho contra o Facebook, mas tenho contra sites que tentam obrigar uma participação. Por exemplo, permitindo acesso a determinado conteúdo somente a quem tem conta no Face. Descobri que agora sou dos excluídos virtuais, aqueles que optaram por não fazerem parte de certos locais. Participo do Recanto das Letras, que, de fato, se assemelha a isto, mas (ainda!) não tão idiotizante quanto Face and Co. Usar o Recanto como uma rede social está nas mãos do usuário, é ele que (pasmem!) ainda decide o que quer informar de si, ou não, e que depois não venha chorar os dados derramados. Já em certos ambientes, tudo o que se faz é monitorado, da localização geográfica aos contatos que se tem, dos sites que se visitou, do que se gosta ou não, do que ‘se andou pensando’ em certos momentos e por aí vai. E em caso de morte o perfil fica por lá, ninguém pode remover, nem a família. Eu vejo tudo isto com muita desconfiança e sinceramente não penso que estejam guardando informações para nos ajudar. Vender ou comprar algo, mais fácil que seja isso, já que na rede tudo é vendível, até título de doutor. Aliás, os dias de internet livre há muito já foram contados, e ao que tudo indica, os meus também. De uns tempos pra cá sinto cada vez menos vontade de estar conectada, só o  faço com propósitos muito especiais. Conecto-me, antes, com a vida. Pois desta sim, não há backups.
Helena Frenzel
Também publicado no Recanto das Letras por Helena Frenzel em 14/06/2012
Código do texto: T3723463

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor informar o nome da autora. Para ter acesso a conteúdo atual aconselha-se, ao invés de reproduzir, usar um link para o texto original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Um comentário:

  1. Pois é, Helena, e agora é tarde demais... estamos sendo monitorados pelo Big Brother, e não há como voltar atrás. Também acho um absurdo, mas quando entrei nessa, nem me toquei, e agora que estou aqui, fazer o quê?...

    ResponderExcluir

Caro(a) Leitor(a), comentários serão respondidos no local em que forem deixados. Adoto esta política para melhor gerenciar informações. Grata pela compreensão, muito grata por seu comentário. Um abraço fraterno, inté!