sábado, 9 de abril de 2011

Coisa boa, recomendo!!

Em minhas naveganças, que não são tantas assim, topei com o texto Coisa de Mulher, de Isolda Herculano. Me identifiquei tanto que passo adiante, ainda que sirva só para reflexão.  Como disse a Beauvoir: "Você não nasce mulher, você se torna!" E esse 'tornar-se' depende muito, muito mais do que pensamos, de modelos psíquicos e sócio-culturais. Viva a liberdade de ser o que se é!

Um abraço fraterno :-)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro(a) Leitor(a), comentários serão respondidos no local em que forem deixados. Adoto esta política para melhor gerenciar informações. Grata pela compreensão, muito grata por seu comentário. Um abraço fraterno, inté!