sábado, 16 de abril de 2011

Ah, esta geração...


A essas horas e você já enfurnada aí?! Não acredito! Não se envergonha não?! Olha o dia lá fora, tão bonito... Vai passar o dia inteirinho aí, na frente desse computador? Depois reclama que é dor nas costas, que tá gorda, que os olhos não param de arder... Eu, hein? Por acaso já comeu direito hoje? Ah, não enche?! E isso lá é jeito de me responder?! Tô pra ver, viu? Esse mundo está mesmo virado... E as suas tarefas, você já fez? Vai fazer depois? Depois quando?! Olha a bagunça deste quarto! E é roupa, é sapato, livro, tudo espalhado pelo chão. Só mais um pouquinho que já vai sair? Me engana, viu? Só isso que você sabe dizer! Ah, se eu tivesse a sua idade... Dez minutos, dez minutinhos! Se não sair, vou cortar sua conexão!!

Saiu do quarto desanimada, bateu a porta e, na cozinha, disse para o pai: Não sei mais o que fazer com a mãe, mesma história todo santo dia! Ah, esta geração... Acho que você é que está certo... Pelo jeito, vamos ter que internar — e erguendo a voz em direção ao quarto: —  VAMOS TER QUE INTERNAR!!



---------------------------------------------------------------------
Não sigo o novo acordo ortográfico em Língua Portuguesa. Se deseja reproduzir este texto, no todo ou em parte, favor respeitar a licença de uso e os direitos autorais. Muito obrigada.

Helena Frenzel
Publicado no Recanto das Letras em 14/04/2011
Código do texto: T2908587


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Favor informar o nome da autora. Para ter acesso a conteúdo atual aconselha-se, ao invés de reproduzir, usar um link para o texto original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro(a) Leitor(a), comentários serão respondidos no local em que forem deixados. Adoto esta política para melhor gerenciar informações. Grata pela compreensão, muito grata por seu comentário. Um abraço fraterno, inté!