segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Conto de areia... Clara...














"O mar serenou quando ela pisou na areia
Quem samba na beira do mar é sereia"

Trecho de uma composição de Candeia, interpretada pela belíssima Clara Nunes.

Aí deu sardade... sardade braba, matadeira!

"A gente só valoriza quando perde" - Dito popular.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caro(a) Leitor(a), comentários serão respondidos no local em que forem deixados. Adoto esta política para melhor gerenciar informações. Grata pela compreensão, muito grata por seu comentário. Um abraço fraterno, inté!